Idalina Dionísio

Tudo nasce com uma tela branca e pura...
Vejo-a e sinto-a como uma provocação, porque a pintura é um acto de prazer e de entrega, onde se misturam ingredientes que saem de mim, mas que ao invés de me enfraquecer, me tornam mais forte, mais segura. Como uma mãe, no momento em que acaba de o ser... e se sente única.
Portanto, a minha pintura é somente o meu todo, o reflexo da minha história e das minhas vivências. 



Idalina Dionísio